Conceito Básicos Diabetes Gestacional SAÚDE

O QUE É DIABETES GESTACIONAL

gravidez e diabetes
Dr. César Giral
Escrito por Dr. César Giral

O que é o Diabetes Gestacional?

Quando uma mulher está grávida, seu corpo precisa de mais insulina para manter os níveis adequados de açúcar no sangue (glicose). O organismo faz este processo de forma natural. No entanto, quando não há insulina suficiente para manter os níveis sob controle, a glicemia se eleva (hiperglicemia). Isso é o que chamamos de “Diabetes Gestacional”, e na maioria dos casos essa condição volta ao normal depois que o bebê nasce.

Por que o Diabetes Gestacional ocorre?

Durante a gravidez, no interior do útero, um órgão importante para o período de gravidez se desenvolve: A placenta. Esta estrutura é responsável pela produção de uma série de substâncias (hormônios) necessárias para preservar a gravidez e seu desenvolvimento. Estes hormônios tendem a causar resistência à insulina em outros órgãos e tecidos, o que obriga o pâncreas a produzir 3 vezes mais insulina para superar essa resistência e, em alguns casos, esta ação não é suficiente para controlar os níveis de açúcar no sangue. É então, a glicemia aumenta e aparece o Diabetes Gestacional.

Quem pode sofrer de Diabetes Gestacional? E quais são os fatores de risco?

O número de mulheres grávidas que vivem com diabetes está aumentando rapidamente. Cerca de 7 em cada 100 têm diabetes gestacional na América Latina, 8 de 100 nos EUA e 16 de 100 na Índia. Esses são números alarmantes.

Uma mulher grávida tem grande risco de desenvolver diabetes gestacional se:

– Ela estava acima do peso antes da gravidez.

– Ela tem mais de 25 anos.

– Há um histórico familiar de diabetes (especialmente diabetes tipo 2)

– Ela teve diabetes gestacional em uma gravidez anterior.

– Ela tem pressão arterial elevada.

Quais são os sintomas do Diabetes Gestacional?

Na maioria dos casos, não há sintomas; geralmente está relacionado à hiperglicemia e pode incluir:

– Visão turva.

– Fadiga.

– Infecções frequentes, incluindo infecções urinárias, na vagina e na pele.

– Aumento da sede.

– Aumento da micção (urina).

– Náuseas e vômitos.

– Perda de peso, apesar de um aumento no apetite.

Exames para o diagnóstico e controle do Diabetes Gestacional

A diabetes gestacional geralmente começa no meio da gravidez e para a sua detecção, as mulheres devem passar por um teste oral de tolerância à glicose entre as semanas 24 e 28 da gestação.

Uma vez que o diabetes gestacional é diagnosticado, você pode monitorar seu progresso com uma medição diária. A forma mais comum é a utilização de um monitor de glicose no sangue ou glicosímetro. Este controle glicêmico diário é fundamental para o planejamento de sua dieta, atividade física e medicação. O monitoramento deve ser realizado entre 4 e 6 vezes por dia.

comments

Sobre o autor

Dr. César Giral

Dr. César Giral

Cirurgião Oftalmologista, Defensor do Diabetes, Executivo de New Mídia e Entusiasta em Mídia Social. Como cirurgião profissional por mais de 20 anos, Cesar escreve seus artigos com um olho clínico e nos fornece informação profissional e atualizada sobre o diabetes.

Adiciona um comentário