EMOÇÕES

COMO LIDAR COM O STRESS DAS COMPRAS

natal e diabetes
Escrito por Sandra Mateu

Todos nós já passamos por isso. Sua loja favorita tem um vestido arrasador na vitrine da frente. Esta maravilha atrai você para dentro da loja, como se fosse o som da flauta de um encantador de serpentes. Você decide experimentá-lo e de repente… uma surpresa desagradável: há um cabo ou uma protuberância de plástico saindo e arruinando todo o visual!

Karen Pine, Professora da Faculdade de Psicologia da Universidade de Hertfordshire, no Reino Unido e autora de um estudo no qual foram entrevistadas 100 mulheres, explica que os resultados mostraram que as roupas têm um forte impacto na maneira como nos sentimos e na forma como pensamos.

Então pare por um segundo e analise isso. Você já se deparou com esta situação muitas vezes no passado. A verdade é que isso deve ter acontecido em diferentes momentos, não só com a sua bomba de insulina. Lembra-se de quando você experimentou uns jeans de sua marca preferida que estavam em promoção e eles não fecharam quando chegaram na cintura? E os 50% de desconto naquele lindo sapato que era pequeno demais para você? (Eles estavam apenas na cor e no preço certo, danados!).

Muitas vezes, essas circunstâncias podem ser o ponto de partida para esta situação de desespero. Outras vezes, o seu dia e seu estado de espírito podem ter muito a ver com isso também.

Você já ouviu falar sobre os comentários de Drew Barrymore sobre as mulheres durante sua aparição neste ano no YouTube, no programa de culinária do Eric Ripert “On The Table”? “Acho que estou mal-humorada porque sou mulher. Posso perguntar a qualquer homem nesta sala, como as mulheres são intrinsecamente parecidas, mal-humoradas, pessoas hormonais. Eu não sei como os homens lidam com isso e nos aguentam. Eu os admiro por isso!”, disse Barrymore, entre risos.

O humor, as pressões da vida diária, ou mesmo nossas crenças supersticiosas podem ativar a montanha-russa emocional que envolve a compra de uma roupa. Imagine procurar por uma roupa para sua Festa de Natal da empresa em um tempo recorde de 1 hora (Ahh!!); Comprar sem ser capaz de se concentrar na escolha por causa da briga que você teve com seu namorado, ou talvez, simplesmente, pelo fato de que hoje os planetas não estão alinhados com o seu signo zodiacal. Quem sabe?

Como o estudo intitulado “Relação entre emoções, humor, personalidade e a roupa: um estudo investigador” administrado pela Revista Elixir International explica: “Acreditamos que as roupas, suas particularidades ou características podem afetar o humor positiva ou negativamente bem como nossas emoções individuais, especialmente durante a prova na loja e durante seu uso devido aos aspectos multi-sensoriais, fatores sociais e associações simbólicas das roupas.” Portanto, é compreensível que, quando olhamos para o espelho e algo não parece estar bem, surtamos.

Como em qualquer outra situação, o melhor que você pode fazer é controlar a sua reação durante as compras e entender que em outro dia o resultado poderia ser totalmente diferente. Toda vez que suas emoções tentam trazer à tona o pior em você, apenas deixe que este sentimento se vá. Esta não é a primeira vez e não será a última. Deixe esta peça de roupa de lado e passe para a próxima. Se você realmente gosta dela, pense criativamente. Existe algo que eu possa fazer para que esta roupa fique mais adequada? Quem sabe, costurar um bolso escondido por dentro? Colocar um blazer bonito por cima?

Agora que estamos na temporada de férias aproveitem as festas e guardem seus sentimentos para as coisas que merecem como desfrutar com a família e os amigos, e porque não, o que mais gosto… Fazer compras!

Seja feliz, seja saudável e esteja sempre na moda.

comments

Sobre o autor

Sandra Mateu

Adiciona um comentário