Controle do Peso Diabetes tipo 1 Diabetes tipo 2 Gorduras Minerais NUTRIÇÃO SAÚDE Saúde Cardiovascular Vitaminas

AZEITONAS E AZEITE DE OLIVA EM UMA DIETA SAUDÁVEL

azeitonas e azeite de oliva
DiabeTV Brasil
Escrito por DiabeTV Brasil

Muitas vezes considerada como um legume, mas, na verdade um fruto, a azeitona, ou oliva, é um dos mais antigos alimentos cultivados no mundo. Pensa-se ter originem na Ásia Menor cerca de 6.000 anos atrás, e foram apreciadas por civilizações antigas, mesmo antes do advento da escrita. Como tal, este fruto delicioso tem sido há muito apreciado justamente por sua incrível versatilidade, benefícios que trás para saúde e seu sabor forte.

Nos últimos anos, os pesquisadores têm estudado se a dieta mediterrânea pode ajudar a prevenir o desenvolvimento de diabetes tipo 2. Uma das suas principais fontes de evidência foi a menor prevalência de doenças cardíacas e diabetes em países como a Itália e a Espanha, em oposição ao que ocorre nos Estados Unidos e na Índia. Indivíduos das primeiras regiões citadas costumam consumir grandes quantidades de vegetais e grãos integrais, juntamente com pequenas quantidades de carne, aves, peixes e produtos lácteos. Além disso, o azeite de oliva, muitas vezes substitui outras gorduras, como a manteiga e a margarina no processo de cozimento.

Tem-se observado que as azeitonas contêm gorduras que auxiliam na redução da pressão sanguínea e na prevenção de doenças cardiovasculares. O seu rico conteúdo antioxidante também as torna eficazes no combate ao câncer, dando suporte nutricional para quase todos os sistemas biológicos do nosso corpo. Este fruto incrível se apresenta em duas variedades de cores bem conhecidas: preta e verde. A primeira se obtém pela oxidação da azeitona madura, ainda no pé, dando um sabor mais forte, porém, menos salgado do que a azeitona verde, não oxidada, que é colhida antes. As duas variedades são quase idênticas em valor nutricional, mas há uma distinção importante. As azeitonas verdes contêm cerca de duas vezes mais sódio do que as azeitonas pretas. É importante ter isto em mente, para saber qual a variedade mais indicada se alguém pretender cortar ou adicionar mais sódio à sua dieta.

O azeite de oliva tem os mesmos benefícios, mas como mencionado antes, pode perder parte de seu valor nutricional, dependendo de como é processado. Também faz muito bem para a saúde, mais ainda do que o vinho! Isso é por conta de uma variedade de fatores, tais como o solo em que a oliveira é cultivada, ou o método em que a gordura é extraída do vegetal, que podem influenciar imensamente no sabor, viscosidade, cor e no conteúdo nutritivo do produto final. A produção de um azeite de qualidade é um processo delicado e caro, e infelizmente, apenas as melhores marcas serão capazes de fornecer os mesmos benefícios para saúde do que consumir o azeite em seu estado bruto. Em especial, todos nós deveríamos consumir azeite de oliva extra virgem, visto que é a variedade mais nutritiva, mas também devemos estar preparados para pagar cerca de R$ 20,00 ou mais por uma garrafa de 500ml, dependendo da marca e origem do produto. Qualquer valor menor é provável que seja de qualidade inferior, e mantenha pouco ou nenhum valor nutricional.

Sendo o azeite de oliva de boa qualidade tão caro, então é claramente muito mais benéfico simplesmente consumir a fruta crua. Felizmente, é muito fácil encaixar azeitonas em nossa alimentação, porque elas são extremamente versáteis. Podem ser colocadas em sopas, saladas e sanduíches, dando a qualquer destes alimentos um poderoso sabor salgado. Esta fruta deliciosa também pode ser recheada com anchovas, nozes ou pimenta-jalapenho e ser consumida desta forma também. Uma xícara de azeitonas verdes contém 193 calorias, 4,4 g de fibras, 0,72 g de açúcares e 1 g de proteínas. Em comparação, uma xícara de azeitonas pretas contém 154 calorias, 4,4 g de fibras, 1 g de proteínas e não contém açúcares.

comments

Sobre o autor

DiabeTV Brasil

DiabeTV Brasil

Adiciona um comentário