Diabetes tipo 1 Diabetes tipo 2 DICAS Estilo de Vida SAÚDE

AS PULSEIRAS DE IDENTIFICAÇÃO MÉDICA

pulseiras de identificacao medica
Escrito por Sandra Mateu

Acessórios de identificação médica têm sido usados há anos para identificar diferentes condições. Algumas pessoas sentem que esses acessórios os colocam em alguma categoria especial, enquanto outros acreditam que estes representam um verdadeiro “salva-vidas”.

Por uma questão de segurança em situações de emergência, pulseiras e colares têm salvado muitas vidas. De acordo com um artigo publicado por um alerta médico chamado Life Call, “95% das equipes de emergência questionadas, confirmaram que verificam a existência de pulseiras de identificação médica no caso de uma emergência”.

Em uma situação em que você esteja incapaz de falar, o acessório pode fazer a conversa por você, informando suas condições de saúde.

Judy Blunt, Diretora de Assuntos Regulatórios e Garantia da Qualidade no blog “23andMe”, explicou em um artigo porque ela usa uma pulseira de identificação médica. Depois de passar por um episódio muito grave no hospital, Blunt fecha seu post com estas palavras: “Nem todo mundo precisa usar uma pulseira de identificação médica, mas muitas pessoas têm informações que seriam úteis para um médico no caso de uma emergência. Um paramédico provavelmente poderia descobrir minhas condições com rapidez em meus outros “acessórios”, mas, sempre que há uma emergência, cada segundo economizado é um tempo precioso que poderia ser gasto para salvar minha vida… Ou a sua!”.

Os primeiros modelos de acessórios de identificação médica (medical IDs) eram pulseiras e colares. Hoje, há uma abundância de opções disponíveis, incluindo tornozeleiras, anéis, relógios e charmosos braceletes. A indústria de IDs de alerta tem até mesmo extrapolado para outros itens, tais como chaveiros, pen drives, ou etiquetas para cadarços, mochilas, ou cachorros.

“95% das equipes médicas olham primeiro para o pulso de um paciente, quando procuram uma ID médica, e 68% procuram ao redor do pescoço do paciente por um colar de identificação”, afirmou Life Call.

Ao comprar o seu acessório, pense sobre a facilidade de uso, qualidade e aparência. É importante saber sobre as estatísticas acima enumeradas. Se a equipe médica normalmente verifica o pulso ou o pescoço de um paciente quando em uma emergência, considere a ideia de comprar um desses modelos dentre todos os outros existentes. Pondere a respeito do material de que é feito. Será que dura? Será que o texto permanece legível depois de um tempo? Pode quebrar facilmente? Mantém-se intacto após molhar? Considere também a aparência da peça. Você quer usar algo que você goste, mas que ao mesmo tempo seja capaz de transmitir uma mensagem correta, quando necessário. Alguns acessórios são tão ornamentados que dispersam do propósito da peça. Escolha um acessório que seja clássico e simples para cumprir os dois objetivos: informação e beleza.

Um problema prevalente quando se lida com IDs médicos é a privacidade. Alguns de nós podemos sentir que fornecer informações pessoais publicamente pode ser perigoso. Existem diferentes maneiras de exibir os dados necessários. Uma maneira simples de fazer isso é por meio de gravação de um número de telefone de emergência, no qual sua informação médica pode ser fornecida. Outra abordagem discreta é colocar frases como: “verificar minha carteira para obter minhas informações”, “procurar anotações no bolso”, ou algo similar. Você pode escrever todas suas informações médicas pessoais em um papel e mantê-lo onde quer que você deseje. Se discrição não é um problema, você pode mostrar todas as informações necessárias, como sua condição de saúde, números de telefone, membros da família que podem ser avisados e muito mais.

Peças inteligentes no seu guarda-roupa devem ter funcionalidade e beleza. Ao escolher seu acessório de ID médico tenha a certeza de que ele preenche todas as suas necessidades. Lembre-se que seu visual lhe dá poderes. Usar o acessório de ID médico que você escolher, além de te dar controle e liberdade, fará com que você pareça e se sinta muito bem.

comments

Sobre o autor

Sandra Mateu

4 Comentários

Adiciona um comentário